terça-feira, 17 de junho de 2008

Tinha esquecido

Mamãe chogou hoje com a velha revista da escola que de 6 em 6 meses eu procurava amigos, textos, fotos. E lá estava eu dizendo:
"Isso aqui é muito casa".
Eu tinha esquecido. Da última vez que fui, apareci a noite, não é a mesma coisa. Mas da outra vez senti como antiga casa. Aquele lugar que você não frequenta mais mas ainda é seu. Cada cantinho tem a sua história, uma lembrança boa ou não, um sorriso, um choro, um grito.
Fiz coral, fiz teatro. Passei feriados e finais de semana naqueles corredores, naquelas salas, naquele auditório - ah que saudade daquela coxia, daquele palco - tantas emoções vividas entre aquelas paredes.
Foi ali que vivi até hoje a parte mais importante da minha dúvida. Foi ali a missa de sétimo dia do meu pai. Foi ali o meu "segundo beijo". Foi ali que estudei, aprendi coisas úteis e muitas coisas inúteis. Lá chorei de raiva, por amor, de saudade. Dei muuitas gargalhadas, gritei, briguei.
Ali aprendi a reclamar, reivindicar, questionar. Aprendia a argumentar quando discordava de alguma coisa. Aprendi a entender e aceitar que tem coisas que não mudam. Aprendi a mudar algumas coisas.
Assisti a debates sobre cultura, politica, sociedade, cinema, filosofia. O São Vicente me enrriqueceu. Não de bens materiais, é claro, mas do que é mais importante para mim: minhas lembranças.
This place I will remember all my life.

Um comentário:

Prometeu Acorrentado disse...

me deu saudade do meu colégio...