domingo, 10 de agosto de 2008

Pra que sofrer com despedida
Se quem parte não leva
Nem o sol, nem as trevas
E quem fica não se esquece tudo que sonhou
I know

Tudo é tão simples que cabe num cartão postal
E se a história é de amor
Não pode acabar mal
O adeus traz a esperança escondida
Pra que sofrer com despedida?"

Você sonhava acordada
Um jeito de não sentir dor
Prendia o choro e aguava o bom do amor

Ah, pra que chorar
A vida é bela e cruel, despida
Tão desprevenida e exata
Que um dia acaba....





É, Cazuza?

Um comentário: